terça-feira, 11 de maio de 2010

Miss Simpatia


Não, eu não sou uma pessoa política. Nem faço a menor questão de ser. Se eu sou muito simpática com você, desconfie. É mais fácil ser indiferença do que carinho. Posso contar nos dedos a quantidade de pessoas que realmente consegue fazer de sua presença um prazer. Embora você provavelmente não perceberá a diferença, a menos que tenha alguma intimidade genuína comigo, ou me pegue em um dia de mau humor.

É isso. Não é muito gentil, eu sei. Mas é assim que eu funciono.

Com o tempo, aprendi a disfarçar indiferença com simpatia. Antes eu nem disfarçava. Mas depois de muitos conselhos repetitivos e insistentes de algumas amigas – que me apresentavam as pessoas cochichando em meu ouvido um “pelo amor de Deus, seja simpática” – aprendi essa lição mágica que mudou a minha vida.

Existem três tipos de pessoas para mim: as que eu amo, as que eu odeio, e as que eu ignoro. Não tem meio-termo. E, ironicamente, as mais bem tratadas costumam ser justamente as que ignoro.

Não é falsidade. Não me dou sequer ao trabalho de fingir perante essas pessoas. É mais como um botão que se desliga em mim. Não acho que vale a pena brigar POR essas pessoas, então não brigo COM elas. Não perco meu tempo. Não reparo no que dizem, mas também não suporto os pedidos de atenção. Então, balbucio um monossílabo qualquer de tempos em tempos, e me desligo sutilmente da conversa, mergulhando no meu mundo.

Você pode estar se perguntando o que trouxe este assunto à tona. É que hoje eu encontrei um sem-número de pessoas que ignoro e fui simpática e sorridente com todas elas. Obviamente eu não me recordo de nenhum trecho das conversas que se seguiram ao “oi, como vai”.

Se você se identificou como uma delas, a boa notícia é que eu às vezes mudo de idéia e de sentimentos sobre as pessoas. Se não se identificou, a má notícia é que eu às vezes mudo de idéia e de sentimentos sobre as pessoas.

Não se deixem enganar. Sandra Bullock, só no cinema. A Miss Simpatia nada mais é do que a desengonçada legalzinha que nunca teve chance de ganhar o título principal.

1 comentários:

D.Srtª disse...

"Se você se identificou como uma delas, a boa notícia é que eu às vezes mudo de idéia e de sentimentos sobre as pessoas." : UFA! (Rsrs...)

Postar um comentário